Música gaúcha perde Velho Milongueiro

Se chamarmos pelo nome poucas pessoas saberão fazer a identificação, “Arlindo Silva dos Santos”. Agora, ao fazer referência ao nome artístico o gaúcho ligeiramente saberá fazer a correta associação: Velho Milongueiro. O cantor que por várias décadas levou alegria às pessoas faleceu na madrugada de hoje. Natural de Tapes, Milongueiro estava travando uma luta contra dois cânceres, na bexiga e na próstata. Tinha 83 anos.
A carreira dele teve início em 1959, na dupla Minuano e Milongueiro. Gravou mais de dez discos, colecionando sucesso populares como: ” É mentira desse loco”, “Por causa dela”, “Ripa da costela”, “Mulher do baile” e outros.
Os atos funerais tiveram início às 11h de hoje no Angelus Memorial Crematório, a cerimônia de despedida ocorre no final da tarde de hoje, às 18h.

Edição: Paulo Ribeiro Silva
Foto: Divulgação

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: