Ele é o cara!

Discreto. Sem dancinhas ou cabelos coloridos. Na dele. Família nunca se envolveu em fofocas sobre sua vida pessoal. Tímido, já chegaram até levantar hipótese de um possível diagnóstico para justificar seu comportamento mais introspectivo. Gênio.

Estou falando dele. Atual dono do futebol. Premiou todo seu esforço sendo campeão do mundo. Mas nunca foi fácil, Messi já foi desacreditado pelo próprio país, colocaram sob sua responsabilidade as falhas da seleção Argentina, tão julgado que chegou a decretar sua aposentadoria pela seleção em 2016, após consecutivas derrotas em finais. Seu povo chegou a apelidá-lo de “Espanhol”.

Mas ele retornou.

A copa foi a cereja do bolo que faltava para sua carreira. Merecido. Consagrado. Ele é o cara do futebol.

Mas essa não é só um texto para enaltecer o Messi. Até porque eu não sou uma grande fã de futebol, mas é impossível não ter comemorado com ele essa vitória.

Mas o que eu gostaria de falar é sobre trabalho e persistência. Messi demorou 17 anos para conseguir a taça que sempre sonhou para seu país, perdeu diversas vezes o título de melhor jogador do mundo, errou pênaltis, foi julgado e humilhado por seus próprios compatriotas. E não desistiu.
Continuou trabalhando, treinando, estudando… Focado! E com 35 anos ele conseguiu o que lutou toda a sua carreira.

E nós? Quantas vezes nós não desistimos na primeira derrota? No primeiro comentário negativo? Quantas vezes escutamos a descrença dos outros sobre o nosso trabalho e acreditamos nisso fielmente.

Não importa onde você está indo. Continue. Somente o trabalho duro te leva ao lugar que você quer estar. Não existe atalhos. E quem sabe no próximo ano você não estará próximo de realizar o sonho da sua vida.

Afinal como diz o próprio Messi “muitas vezes o fracasso é parte do caminho da aprendizagem, sem as decepções é impossível chegar às grandes conquistas!”

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: