Cemitério Jardim da Paz está com 80 novas carneiras quase concluídas

A Secretaria Municipal de Obras está perto de concluir a construção de 80 novas carneiras junto ao Cemitério Jardim da Paz. Apesar de parecer um assunto distante da comunidade, isso é um tema que exige atenção do poder público. Serão quatro andares de carneiras (40 em cada lado com 4 fileiras com 10 carneiras em cada), onde a equipe já está concluindo o terceiro e logo inicia o quarto andar. Além disso, é preciso fazer o piso no entorno para depois disso ele ser disponibilizado.

Além destas 80 carneiras, outras quatro caixas de tijolos (no chão) estão sendo construídas para o sepultamento de carentes. Hoje, há apenas uma disponível, que fica no Jardim Santo, junto ao Jardim da Paz.

O diretor da Secretaria de Obras, Dutty Beck, enfatiza que hoje uma equipe com dois pedreiros, Douglas Corrêa e Fernando Marques, e dois ajudantes, Alisson Cristiano e Paulo Roberto Silveira, estão se dedicando integralmente à construção das carneiras e das caixas do Jardim Santo. Em cerca de uma semana as caixas devem estar prontas. No entanto, a obra das carneiras certamente levará mais tempo. “É preciso esperar o terceiro andar secar para fazer o quarto andar. Depois disso a equipe vai rebocar todo o entorno e fazer o piso. Estamos dedicados a concluir isso o mais breve possível. Esse serviço depende muito das condições climáticas, mas estamos otimistas que em breve esta obra estará concluída”, frisa Dutty.

Neste momento, o Município está com dificuldade de oferecer novas carneiras. Para amenizar isto, neste final de semana será publicado no Diário Eletrônico um novo chamamento para as famílias que não pagaram a anuidade das carneiras para que regularizem a situação. Caso isso não aconteça em um prazo de 30 dias após a publicação do edital, a carneira é aberta e a ossada é retirada, abrindo vaga para novos sepultamentos.

Quando é feito o aluguel de uma carneira, está incluído o pagamento para a manutenção por três anos. Hoje o valor é de R$ 568,00. Quando a partir do terceiro ano a taxa de manutenção não é paga (valores entre R$ 85,00 a R$ 160,00) e a família não busca regularização após chamamento por edital e por telefone, a carneira é aberta, os ossos são retirados e colocados em um saco identificado e destinado ao ossário. Deste local, a família tem até 3 anos para fazer o resgate do material. Caso isso não aconteça, ele é enviado para o ossário geral de onde não pode mais ser retirado.

Importante

Em média, o Cemitério Municipal faz de 35 a 40 sepultamentos por mês. No Jardim da Paz são de 2 a 3 por mês. As carneiras são alugadas apenas para as famílias que não possuem túmulos próprios.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: