Supermutirão da dengue percorreu 544 propriedades na segunda-feira

Moradores de 22 microáreas foram visitados nesta segunda-feira (09/05) pelo supermutirão contra a dengue promovido pela Secretaria Municipal da Saúde no Bairro Marina. Ao todo, 544 propriedades residenciais e comerciais foram visitadas pelas equipes, no esforço concentrado dos servidores para identificar e eliminar criadouros e focos de larvas do mosquito Aedes aegypti, o agente transmissor da doença. Na etapa junto ao Bairro Marina, 326 imóveis foram vistoriados, 208 propriedades estavam fechadas e 10 acessos não foram autorizados pelos residentes. Desde o início da campanha de combate à dengue já foram 31 quarteirões percorridos nos bairros Oliveira e Otaviano, 28 no Noêmia, 24 quarteirões no Santa Helena e outros 22 na data de hoje, num total de 2.336 domicílios e estabelecimentos comerciais da cidade.

A frente de trabalho desenvolveu um pente-fino nas vias públicas e propriedades particulares, nas áreas que ofereciam risco de procriação do mosquito, seja pelo acúmulo de lixo ou em pontos de água parada, auxiliando na orientação dos residentes para a limpeza e organização dos pátios. Nos casos de denúncias confirmadas pelo setor, ocorrências reincidentes de falta de higiene ou negativas de acesso às propriedades, o Departamento de Vigilância em Saúde (DVS) deverá notificar os proprietários. Depois do Oliveira, Noêmia, Santa Helena e Marina, a caravana dos supermutirões percorrerá, pelo cronograma da SMS, os bairros Quinta da Boa Vista, São José e Medianeira, em datas a serem confirmadas.

NÚMEROS DO BAIRRO MARINA

Quarteirões percorridos – 22

Propriedades visitadas – 544

Propriedades vistoriadas – 326 (entraram e eliminaram os focos)

Propriedades fechadas – 208 (imóvel sem acesso)

Recusas de moradores – 10 (acessos não autorizados pelos moradores)

SUPERMUTIRÕES ATÉ AGORA

Oliveira – 422 propriedades

Noêmia – 649 propriedades

Santa Helena – 721 propriedades

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: