O lindo Bairro Ponche Verde

Possuo vários amigos no Bairro Ponche Verde, que faz divisa com o local onde moro, esse mais próximo ao Centro: o Bairro São José. O Ponche Verde é formado por uma gente batalhadora, que seguidamente reivindica várias demandas públicas, como melhores condições de tráfego nos trechos esburacados e o deficitário sistema de iluminação em diversos pontos. Recentemente, o belo bairro recebeu várias novas famílias que por ali foram morar em lindas casas através do projeto batizado de Encosta Verde, onde empreendedores adquiriram uma extensa área que outrora era campo para mudar o mapa do lolocal. Dando suporte ao sonho dessas famílias que investiram no local foram abertas ruas que posteriormente acabaram recebendo uma bonita pavimentação. Ao menos por ali, a iluminação é um primor.
Durante alguns anos atendi um senhor que morava na porção final da Rua Araújo Porto Alegre, no bairro citado. Ia até ali duas vezes por semana. Notava que naquele trecho ainda existia o ar brejeiro que durante minha infância msrcou os dias e as noites de uma Rua Aparício Borges de pouca movimentação de veículos, eram os tempos dos vaga-lumes nas quentes noitadas de verões passados. Ali, por exemplo, ainda existe um campinho de futebol à beira da estrada, é onde a moçada se reúne no final das tardes para gastar a energia, promover a saúde e se enterter. Praticamente todos se conhecem, pois ainda se pratica a interação humana à moda antiga, algo que está cada vez mais distante do Centro e bairros adjacentes, onde nem se senta em frente às casas. Me recordo de uma época em que era muito recorrente associar o Ponche Verde a atos de violências, imaginário popular que se desfez ao sabor dos ventos da paz, da benevolência e do amor ao próximo. Problemas pontuais de comportamento social existem em todos os bairros da cidade, inclusive no Centro.
Da Cachoeira dos anos oitenta até os dias atuais o Bairro Ponche Verde recebeu uma enorme valorização, ele entrou no bojo do crescimento da zona norte, ascensão econômica que tornou o trecho da Av. Brasil compreendido entre as ruas Bento Gonçalves e Alarico Ribeiro um pujante centro comercial, por onde diariamente cruzam milhares de pessoas. Talvez essa valorização não tenha chegado numa proporção semelhante em relação às demandas públicas, por isso a poucos metros do asfalto existam ruas intransitáveis durante os períodos sombrios das tempestades. Mas isso não apaga o brilho do bairro, um dos mais lindos da cidade. Trata-se de uma importante área urbana de que merece nossa admiração para elevar a auto-estima, e a consideração necessária às melhorias que já deviam ter acontecido décadas atrás.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: