O DINHEIRO NOSSO DE CADA DIA

Até aqui, de quanto terá sido a quantia de dinheiro economizado com a implantação do Diário Oficial Eletrônico por parte do Executivo municipal? Seria interessante buscar esses números e divulgar aos verdadeiros interessados, o povo trabalhador que paga os impostos que permitem a operacionalização da máquina pública movida por uma pesada quantia financeira. A implantação desse modelo de publicidade que ocorreu durante a gestão em curso era um desejo acalentado havia vários anos, mas devido a pressões diversas não saía do papel. A questão da inserção dos editais na plataforma online trouxe uma equação simples e direta: você é a favor ou contra? Dentro do processo democrático fez-se valer a primeira opção, em meio a uma teatralização que incluiu uma mudança de postura de voto vencido em cima da hora.
Sou grato à atual legislatura que habita o Palácio João Neves da Fontoura pela coragem em romper antigos paradigmas, o mundo está em permanente evolução, fatalmente esse dia chegaria.
Não se trata de ser contra qualquer veículo de comunicação, essa tese é um devaneio que não se sustenta à luz do mais simplório exercício de lógica: há vários anos o povo tem questionado o poder público em todas as suas esferas sobre as prioridades com o destino do dinheiro do povo. Políticos são entidades temporárias às quais o povo delega o poder para administrar o mundo em que vivem da melhor forma possível, visando o bem comum de um maior número de pessoas possível. Nas melhores democracias é a maioria que decide. Se a todos nós fosse imputado o destino de Pinóquio teríamos muitas enormes narinas de falsos defensores do processo democrático. Um antigo dito popular já versava não por acaso: “O papel aceita tudo”. Mas para algumas pessoas que acreditam no pequeno número de conectados à rede mundial dos computadores e reclamam o tempo inteiro do ódio disseminado pelas redes sociais o mundo parece ser outro: aquele em que se critica ferrenhamente o demônio, mas não se promove meio passo para se afastar do inferno. Cômico

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: