Rússia inicia ataques com mísseis na Ucrânia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, autorizou uma operação militar no leste da Ucrânia nesta quinta-feira, no que parecia ser o início de uma guerra na Europa devido às exigências da Rússia pelo fim da expansão da Otan para o leste.

Pouco depois de Putin falar em um discurso especial televisionado na TV estatal russa, explosões podem ser ouvidas no silêncio antes do amanhecer da capital ucraniana de Kiev. Tiros ecoaram perto do principal aeroporto da capital, disse a agência de notícias Interfax.


Explosões também abalaram a cidade separatista de Donetsk, no leste da Ucrânia, e aeronaves civis foram avisadas quando os Estados Unidos disseram que um grande ataque da Rússia ao seu vizinho era iminente.

Putin disse que autorizou uma operação militar especial em áreas separatistas do leste da Ucrânia e que os confrontos entre forças russas e ucranianas são apenas uma questão de tempo.

Horas antes, separatistas pró-Rússia fizeram um apelo a Moscou por ajuda para parar a suposta agressão ucraniana – alegações que os Estados Unidos descartaram como propaganda russa.


Putin disse que ordenou que as forças russas protegessem o povo e exigiu que as forças ucranianas deponham suas armas.

“Toda a responsabilidade pelo derramamento de sangue estará na consciência do regime dominante na Ucrânia”, disse Putin. consulte Mais informação

Ele repetiu sua posição de que a expansão da Otan para incluir a Ucrânia era inaceitável e disse que a Rússia não teve escolha a não ser se defender contra o que ele disse serem ameaças emanadas da Ucrânia.

O escopo da operação militar russa não ficou imediatamente claro. Moscou há muito nega que tenha planos de invadir, apesar de reunir dezenas de milhares de soldados perto de seu vizinho.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, disse na quarta-feira que Moscou aprovou uma ofensiva e não respondeu a um convite para conversas.

“Hoje iniciei uma conversa telefônica com o presidente da Federação Russa. O resultado foi o silêncio”, disse ele.


O presidente dos EUA, Joe Biden, disse que suas orações estão com o povo da Ucrânia “enquanto eles sofrem um ataque não provocado e injustificado das forças militares russas”.

“O presidente Putin escolheu uma guerra premeditada que trará uma perda catastrófica de vidas e sofrimento humano. O mundo vai responsabilizar a Rússia.”


Ele disse que anunciaria novas sanções à Rússia na quinta-feira, além das medidas financeiras impostas nesta semana.

As operações russas começaram quando o Conselho de Segurança da ONU realizou uma reunião de emergência sobre a crise na Ucrânia em Nova York.

Um projeto de resolução criticando Moscou por suas ações em relação ao vizinho está fadado ao fracasso devido ao poder de veto da Rússia, no entanto, um diplomata do Conselho de Segurança disse que notificaria a Rússia de que “não está em conformidade com a lei internacional”.


‘OFERECER SEGURANÇA’

A Ucrânia restringiu voos civis em seu espaço aéreo devido ao “perigo potencial”, horas depois que um monitor de zona de conflito alertou que as companhias aéreas deveriam interromper os sobrevoos pelo risco de um abate não intencional ou ataque cibernético.

Um voo da El Al de Tel Aviv para Toronto e um voo da LOT Polish Airlines de Varsóvia para Kiev saíram do espaço aéreo da Ucrânia na época em que um aviso foi emitido, de acordo com o site de rastreamento de voos FlightRadar24.

A Rússia também fechou parcialmente seu espaço aéreo na região de informações de voo de Rostov, a leste de sua fronteira com a Ucrânia, “para fornecer segurança” aos voos da aviação civil, de acordo com seu aviso aos aviadores.

Comboios de equipamentos militares, incluindo nove tanques, foram vistos se movendo em direção a Donetsk na quarta-feira, vindos da fronteira com a Rússia, informou uma testemunha da Reuters.

Os bombardeios se intensificaram desde segunda-feira, quando Putin reconheceu duas regiões separatistas como independentes e ordenou o envio do que chamou de forças de paz, um movimento que o Ocidente chama de início de uma invasão.


A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, falou separadamente com seus colegas da Grã-Bretanha e do Canadá, enquanto os líderes do G7 também devem conversar na quinta-feira.

Imagens de satélite tiradas na quarta-feira mostraram novos desdobramentos no oeste da Rússia, muitos deles a 16 quilômetros da fronteira com a Ucrânia e a menos de 50 quilômetros da cidade ucraniana de Kharkiv, disse a empresa de satélites norte-americana Maxar.

As imagens mostraram desdobramento de campo, comboios militares, artilharia e veículos blindados com equipamentos de apoio e tropas. As imagens não puderam ser verificadas de forma independente pela Reuters.

Um estado de emergência de 30 dias na Ucrânia, restringindo a liberdade de movimento de reservistas recrutados, restringindo a mídia e impondo verificações de documentos pessoais, de acordo com um projeto de texto, começa na quinta-feira.

O governo ucraniano também anunciou o serviço militar obrigatório para todos os homens em idade de combate.

Os países ocidentais e o Japão impuseram sanções a bancos e indivíduos russos, mas adiaram suas medidas mais duras até o início de uma invasão.


Os Estados Unidos aumentaram a pressão na quarta-feira ao impor penalidades à empresa russa que está construindo o gasoduto Nord Stream 2 e seus executivos.

A Alemanha congelou na terça-feira as aprovações para o oleoduto, que foi construído, mas ainda não estava em operação, em meio a preocupações de que poderia permitir que Moscou armasse suprimentos de energia para a Europa.


Relatórios das agências da Reuters; Escrito por Stephen Coates; Edição por Lincoln Feast

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: